Vice-governador visita obras e entrega Cheques Moradia no sudeste do Pará

O vice-governador Helenilson Pontes entregou R$ 652 mil em Cheques Moradia para 46 famílias no município de Água Azul do Norte, no sudeste do Pará. Em 10 anos de existência do programa habitacional, o Governo do Estado, por intermédio da Companhia de Habitação do Pará (Cohab), já beneficiou cerca de 40 mil famílias, garantindo melhores condições de moradia a mais de 250 mil pessoas em mais de 100 municípios, num investimento superior a R$ 223 milhões.

Entre estas pessoas está o vigilante André Luis Oliveira Santos, 29 anos, casado e com dois filhos, e a diarista Claudiane Honorato da Costa, 24 anos, casada e também com dois filhos. Ambos são moradores de Água Azul do Norte, município com população estimada em 25.506 habitantes.

André Luis comenta que mora de aluguel e enfrenta dificuldades para sustentar a família, pois quase todo o dinheiro que recebe vai para a moradia. Como milhares de brasileiros, ele sonha com o dia em que terá a casa própria. “Sair do aluguel e investir o dinheiro que pago todos os meses na minha família é o que vou fazer assim que construir minha casa. Este é um sonho que começa a se realizar a partir de agora”, explicou.

Já a diarista Claudiane mora em uma casa de madeira e sobrevive com uma renda inferior a um salário mínimo, reforçada pela do companheiro, que é lavrador. Ela diz que não tem condições de construir uma casa melhor e dar o conforto que deseja aos filhos, mas agora, com o benefício do programa habitacional, estes dias estão contados. “Sempre sonhei em ter uma casa com dois quartos e banheiro dentro de casa. O que ganho mal dá para viver, mas com a ajuda de Deus e, agora, do Cheque Moradia as coisas vão melhorar”, declarou.

Helenilson Pontes, o principal condão do programa Cheque Moradia é justamente o caráter social, que possibilita assistir as pessoas que mais necessitam. “Esse é um dos principais instrumentos de combate à pobreza e a desigualdade no Estado. Nosso compromisso é com a população paraense de todas as regiões do estado, sem distinção”, ressaltou.

O diretor da Cohab,  Walber Milhomem, destacou os investimentos feitos pela Companhia e ressaltou o o aspecto unilateral do benefício. “Esse é um programa de transferência de renda onde as pessoas são beneficiadas naquilo que já lhes pertence, nos casos de reforma e adaptação, ou pertencerá, em se tratando de construção, ou seja, elas não têm que mudar para outro lugar e tampouco devolver o valor repassado”, explicou.

Milhomem também destaca que o Programa foi transformado em Lei pelo Governo, consistindo em uma política social voltada exclusivamente às pessoas de baixa renda, vítimas de sinistro e portadores de necessidades especiais.

Obras estruturantes – O vice-governador Helenilson Pontes aproveitou a viagem ao sudeste do Pará para visitar obras que estão sendo executadas pelo Governo do Estado nos municípios de Xinguara e Água Azul do Norte. No primeiro, Helenilson visitou as obras de pavimentação de 10 quilômetros de vias nas avenidas Seis, Oito e Dez do bairro de Itamarati. “Este é um sonho antigo dos moradores daqui que está sendo realizado”, lembrou a dona de casa Dalva Oliveira, 58 anos, que acompanhou a visita.

Helenilson também visitou as obras de construção de uma escola de 12 salas em Água Azul do Norte, que vai beneficiar mais de cinco mil alunos, e resulta de um investimento de mais de R$ 3 milhões em recursos dos governos Federal e do Estado. O vice-governador também anunciou a captação de mais R$ 5 milhões para a pavimentação das vias que dão acesso à escola. O estabelecimento de ensino contará com estrutura moderna de laboratórios, salas de informática e ginásio poliesportivo.

“São obras estruturantes de uma gestão que recebeu as contas do Estado no vermelho e logo no primeiro ano passou a ter superávit, abrindo as portas das instituições financeiras e conquistando a credibilidade para captar recursos e investir no combate às desigualdades de que é vítima grande parte da população paraense”, finalizou Helenilson Pontes.

Fonte: Agência Pará.

Comentários desativados.